Ana Carolina Nicolau

Ana Carolina Nicolau

Uma caneca de café e um computador fazem meu mundo rodar. Criei o Take148 porque as consequências criativas da cafeína precisam ser compartilhadas. Eternamente dividida entre a televisão e o cinema. Tenho um diploma em Matemática, mas até agora ele só serviu pra me fazer parecer foda. Não que seja mentira.

Mais do que Eu Possa Me Reconhecer

“Darel não gosta de fazer cinema!”. Assim está na sinopse de Mais do que Eu Possa Me Reconhecer, do carioca Allan Ribeiro (Esse Amor que Nos Consome). Curiosamente, e felizmente,

Teobaldo Morto, Romeu Exilado

O título já é um aviso. Teobaldo Morto, Romeu Exilado, drama de Rodrigo de Oliveira (As Horas Vulgares), pega muito emprestado do teatro, desde seus diálogos espetaculosos até o enquadramento,

Birdman

Depois de uma água viva (morta) e uma estrela cadente, aparentemente sem sentido (mas lembrem-se: tudo em um filme está lá por um motivo), a primeira coisa que vemos é

A Despedida

Marcelo Galvão é um transeunte. Da comédia dramática Quarta B (2005) ao curta de terror Ouija (2010), passando pelo mundo das lutas em Rinha (2008) e a aventura em Colegas

Órfãos do Eldorado

Órfãos do Eldorado se inicia com um pescador-poeta narrando a busca pelos “três céus”, evocando a Divina Comedia de Dante Alighieri da mesma forma que o livro homônimo do amazonense

O Jogo da Imitação

As cinebiografias de prodígios matemáticos tendem a se parecer em certos aspectos, talvez porque as vidas dos biografados também têm muito em comum. O Jogo da Imitação é um relato

Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo

[alert type=red ]Atenção: esse texto contém informações importantes sobre a história em que o filme foi baseado[/alert] Não se pode dizer que Bennett Miller é um diretor comum. Em 16

Oscar 2015: 10 surpresas das indicações

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou hoje (15) a lista de indicados à cerimônia do Oscar desse ano, e definitivamente surpreendeu com algumas escolhas. O Grande Hotel Budapeste,

Mapa para as Estrelas

Talvez seja necessário conhecer a fundo a filmografia do diretor canadense David Cronenberg para entender melhor as metáforas usadas em sua obra mais recente, Mapa para as Estrelas, que rendeu

Acima das Nuvens

O primeiro plano de Acima das Nuvens não é um fundo preto onde lemos “Parte 1”. Mesmo assim, o diretor Olivier Assayas nos surpreende com a “Parte 2” e o

Shopping Basket