Oscar 2014: Melhores Momentos

selfie

O Oscar aconteceu nesse domingo, dia 2, e correu de acordo com as previsões. Sem muitas surpresas nas categorias, os grandes momentos ficaram por conta dos discursos dos vencedores e das piadas da apresentadora Ellen DeGeneres – que, sem ousar demais, não teria entrado para história da premiação… se não fosse ter entrado para a história mundial. Confira os hits do Oscar 2014:

O fiasco duplo de JLaw

Screen Shot 2014-03-02 at 8.40.48 PM.JPG

Jennifer Lawrence, a última queridinha da América (o posto agora é de Lupita Nyong’o), inaugurou oficialmente sua tradição de cair no Oscar. Ao sair de sua limusine, na chegada do Tapete Vermelho, a atriz se desequilibrou e teve que se segurar nos seus acompanhantes para não ir ao chão. Ainda bem que eles estavam lá, já que no ano passado ela não teve tanta sorte quando tropeçou ao subir as escadas para receber o prêmio de Melhor Atriz.

Sem perdoar, Ellen DeGeneres mencionou a queda várias vezes em seu monólogo de abertura, brincando inclusive que iria passar um vídeo do desastre, para não ter que ficar explicando muito o acontecimento.

2

JLet levanta a bandeira da AIDS

3

O primeiro prêmio da noite foi entregue por Anne Hathaway para o vocalista da banda 30 Seconds to Mars, Jared Leto. Ele foi eleito Melhor Ator Coadjuvante por sua interpretação da transexual Rayon, em Clube de Compras Dallas. Com um discurso tocante, Jared emocionou a plateia e sua mãe, que estava sentada ao seu lado, bem na primeira fila.

Em 1971, na Louisiana, uma moça estava grávida do seu segundo filho. Ela abandonou a escola e era mãe solteira, mas de alguma forma ela conseguiu fazer uma vida melhor para si e para seus filhos. Ela incentivou seus filhos a serem criativos, trabalhar duro e fazer algo especial. Essa menina é a minha mãe, e ela está aqui esta noite. E eu só quero dizer, eu te amo. Obrigado mãe por me ensinar a sonhar.

Para todos os sonhadores lá fora, ao redor do mundo assistindo isso hoje à noite, em lugares como Ucrânia e Venezuela, eu quero dizer que estamos aqui. E como vocês se esforçam para fazer seus sonhos acontecerem, viver o impossível, estamos pensando em vocês hoje à noite.

Isto é para as 36 milhões de pessoas que perderam a batalha contra a AIDS e para aqueles lá fora, que já se sentiram injustiçados por quem é, ou por quem ama. Hoje eu estou aqui na frente do mundo com você e por você.

A fofura de Lupita

02oscarsbackstage-slide-5099647-jumbo

Nascida no México, mas com nacionalidade queniana, Lupita Nyong’o levou para casa o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por sua atuação como a escrava Patsey. 12 Anos de Escravidão foi o primeiro longa da atriz de 31 anos, que também recebeu a mesma distinção no Screen Actors Guild. Lupita foi aplaudida de pé por seu discurso de dois minutos, bem mais que os 45 segundos permitidos pela Academia. Mas ninguém ousaria parar a nova estrela do pedaço.

Não consigo esquecer nem por um momento que toda essa alegria na minha vida vem às custas de tanta dor na vida de outras pessoas. Quero saudar o espírito de Patsey, por me guiar. E também Solomon, por contar sua história. Steve McQueen, você dá brilho a tudo o que faz. Muito obrigada por me colocar nessa posição, tem sido uma alegria imensa. Tenho certeza que os mortos estão olhando para você, e eles estão agradecidos, e eu também.

Quero agradecer à minha família por ter me treinado. Ao meu irmão Junior, muito obrigada, você é meu melhor amigo. Quando olho para esta estátua, me lembro de tantas crianças… Não importa onde vocês estejam, seus sonhos são válidos.

A melhor selfie do mundo

selfie

O que era para ser uma piada entre Ellen DeGeneres e Meryl Streep – de quem a apresentadora já tinha prometido pegar no pé durante a premiação – acabou virando festa. Como Meryl bateu um recorde com suas 18 indicações, Ellen pediu ajuda aos espectadores para bater o recorde de foto mais retwittada, posição que era ocupada pela foto da comemoração pela reeleição do presidente Barack Obama. Ellen organizou uma “selfie” com seu celular, reunindo Meryl Streep, Julia Roberts, Lupita Nyong’o, Jennifer Lawrence, Brad Pitt, Angelina Jolie e uma aparição épica de Kevin Spacey.

Menos de uma hora depois o post no Twitter superou dois milhões de retweets, quatro vezes mais que a foto de Obama. Além dos números gigantescos, o agito no microblog fez com que o Twitter da própria Academia saísse do ar, um acontecimento raro. Em minutos, várias montagens surgiram na internet, o que tornou a foto um sucesso maior ainda.

 O minuto de silêncio por Eduardo Coutinho

5

O Brasil esteve presente na premiação, ainda que por um motivo triste. O diretor paulista Eduardo Coutinho apareceu na homenagem que a Academia presta às grandes perdas do ano. Ele foi assassinado no início de fevereiro, no Rio de Janeiro.

Pizza!

6

Finalmente alguém teve a coragem de dizer a verdade: fica todo mundo com fome nessas premiações que duram horas! Ellen resolveu o problema e perguntou se alguém queria pizza. Alguns prêmios mais tarde, o entregador Edgar desceu à plateia junto com a apresentadora para distribuir as fatias. A piada se estendeu por mais um bloco, quando Ellen passou o chapéu de Pharrel Williams para recolher dinheiro para pagar a comilança. Meryl Streep foi dispensada do rateio, “Você não, nós estamos quites”, disse Ellen.

O orgulho feminista de Cate Blanchett

7

Cate Blanchett estava no páreo com Sandra Bullock pelo prêmio de Melhor Atriz, mas não deu pra ninguém. Ela recebeu sua segunda estatueta pela interpretação da protagonista Jasmine, no filme Blue Jasmine, de Woody Allen. Cate fez um discurso longo, mas cheio de piadinhas. Ela também raspou de leve nas polêmicas recentes envolvendo Woody Allen, que apesar de tudo, recebeu uma salva de palmas depois da menção.

Sentem-se. Vocês estão muito velhos para ficarem de pé! Obrigada, Academia. É um prêmio subjetivo, mas significa muito em um ano de grandes performances de mulheres. E Julia, #SuckIt, sabe? se referindo de maneira divertida a Julia Roberts e à “guerra” entre os fãs das duas no Twitter.

Estou aqui para receber o prêmio por um roteiro de Woody Allen. Eu realmente agradeço a ele por ter me escolhido. Eu também estou muito orgulhosa por Blue Jasmine ter ficado tanto tempo nos cinemas. E para aqueles na indústria que ainda acham que filmes com papéis principais femininos são filmes de nicho, não são. Eles tem audiência, e na verdade, dão muito dinheiro!

Ellen de vestido: e ela jurou que não iria acontecer!

8

O que é bom dura pouco. O que é hilário e absolutamente improvável também. Apesar das inúmeras vezes que Ellen disse ser impossível usar um vestido na noite do Oscar, por alguns minutos ela apareceu fantasiada de Glinda, a Bruxa Boa do Sul, em uma homenagem aos 75 anos do filme O Mágico de Oz, lançado em 1939. Com essa, Ellen pode ganhar Celebridade Mais Bem Vestida fácil fácil…

O lobby da NASA para Gravidade

1

Até a NASA deu um jeito de comparecer na cerimônia. A cada prêmio que Gravidade, de Alfonso Cuarón, ganhava, a agência americana fazia um post comemorativo em sua conta no Twitter. Eles acompanharam toda a premiação e foram mais de 30 posts com #Gravity só nas últimas 10 horas. Fica difícil não fazer gol se você tem nada menos que a NASA na torcida!

Quem escreveu

Ana Carolina Nicolau
Uma caneca de café e um computador fazem meu mundo rodar. Criei o Take148 porque as consequências criativas da cafeína precisam ser compartilhadas. Eternamente dividida entre a televisão e o cinema. Também tem coisa minha lá no Séries do Momento. Tenho um diploma em Matemática, mas até agora ele só serviu pra me fazer parecer foda. Não que seja mentira.