7 séries de tevê que flertam com o cinema

7

A tevê está cheia de coisa boa. Se 2013 foi o ano das séries, 2014 será o ano das continuações, das segundas temporadas, da prova de que as apostas foram as certas. E também das estreias: temos atores que dedicaram uma vida ao cinema se arriscando por outros sets, e mesmo filmes clássicos ganhando versões mais que estendidas. Em alta, as séries policiais, de investigação, seguindo um caminho trilhado há anos com as franquias Law & Order. Então, se você é fã de tevê, de adaptações e de suspense, 2014 é o seu ano.

 

1

Hannibal – Mads Mikkelsen é Dr. Hannibal Lecter

Logo depois de assistir o primeiro episódio de Hannibal, temos quase certeza de que Mads Mikkelsen é páreo para Anthony Hopkins, o Hannibal clássico do cinema. Seu sotaque dinamarquês é charmoso; ele é sexy, chique e um assassino que transpira crueldade.

Essa releitura da obra de Thomas Harris antecipa os eventos de Dragão Vermelho e traz para os dias de hoje a relação conturbada do psiquiatra canibal com o agente do FBI Will Graham. Cada episódio é um caso, tendo os crimes de Hannibal e as visitas de Will ao seu consultório como ambientação.

Will Graham é interpretado pelo inglês Hugh Dancy, que começou na tevê em 1998, consolidou sua carreira no cinema e, agora, retorna à cena para seu maior papel de destaque. O elenco ainda conta com Caroline Dhavernas e Laurence Fishburne. Hannibal entra na sua segunda temporada esse ano, e é exibida no Brasil pelo canal pago AXN.

Confira o trailer:


 

2

True Detective – Matthew McConaughey e Woody Harrelson são caras sérios

Quem diria. Direto das comédias – românticas e pastelões – para uma delegacia de polícia, esses dois não estão mais de brincadeira. McConaughey é a bola da vez e pode fazer de True Detective um verdadeiro sucesso: o primeiro episódio bateu o recorde de audiência da HBO, que não tinha um pico desde 2010.

A série faz uso de diferentes linhas cronológicas para narrar a caçada da dupla de detetives por um serial killer no interior dos Estados Unidos, ao longo de 17 anos. Um assassinato nos dias de hoje com as mesmas características traz a investigação à tona novamente, e os métodos dos dois são questionados pelos atuais detetives da delegacia.

True Detective terá oito episódios na sua primeira temporada. A série é transmitida no Brasil também pela HBO.

Confira o trailer:


 

3

Motel Bates – Freddie Highmore e Vera Farmiga são Norman e Norma Bates

Com alguma abstração, as confusões se desfazem e a “prequela contemporânea” de Psicose ganha um brilho individual. A série retrata um Norman Bates jovem e, ao mesmo tempo, moderno. A trama avança quando sua mãe, Norma, comete um crime e eles têm que se livrar de toda a bagunça. Os espaços entre os acontecimentos principais vão sendo preenchidos por outros mistérios e outras relações.

Apesar de criticado pelos fãs mais conservadores do clássico de Alfred Hitchcock, Motel Bates não decepciona ao dar um novo tom para a ligação entre mãe e filho. A tensão sexual precede qualquer sinal de personalidade assassina e torna a história atual um mar de motivos que justificariam os atos de Norman em Psicose.

A segunda temporada estreia em março. No Brasil, é transmitida pelo Universal Channel e em rede aberta pela Record.

Confira o teaser:


 

4

The Following – Kevin Bacon e James Purefoy brincam de pega-pega

A filmografia extensa e a boa relação com Hollywood não impediram Kevin Bacon de aceitar um papel – que pode muito bem ser duradouro – na tevê. Ele encarna Ryan Hardy, um agente do FBI obcecado por um serial killer e seu culto de assassinos.

Cheia de referências literárias, The Following é muito mais do que uma série de ação policial, pois vem recheada de poesia em seus mistérios. O criminoso perseguido, Joe Carroll, é na verdade um ex-professor universitário de literatura que encontra nos textos de Edgar Allan Poe a inspiração para seus crimes.

A série é exibida no Brasil pela Warner e está na segunda temporada.

Confira a promo:


 

55

Elementary – Jonny Lee Miller é Sherlock Holmes e Lucy Liu é Dra. Watson

Mesmo não podendo ser chamada de adaptação contemporânea da obra de Sir Arthur Conan Doyle, Elementary usa velhos personagens para contar novas histórias. Esse novo Sherlock ainda é um artista da dedução, mas, além de lutar contra o vício em cocaína, trocou o cinza de Londres pelas cores de Nova York. A ex-cirurgiã Joan Watson aceita ser sua aprendiz e completa o time de consultores para a polícia novaiorquina.

Apesar de policial, a série foge das cenas fortes e trilha um caminho de comédia dramática. Os episódios têm um ritmo intenso e é preciso atenção para acompanhar o pensamento de Sherlock que, as vezes, é rápido demais mesmo para Watson. A relação dos dois é um tema recorrente e se estreita a cada novo caso. Aidan Quinn e Jon Michael Hill completam o elenco, como o capitão Thomas Gregson e o detetive Marcus Bell.

Elementary está no meio da segunda temporada. É exibida no Brasil pelo Universal Channel.

Confira o trailer:


 

6

O Túnel – Clémence Poésy e Stephen Dillane investigam as fronteiras franco-britânicas

Se você não conhece a francesa Clémence Poésy, talvez lembre-se do rosto dela pela interpretação de Fleur Delacour nos filmes da saga Harry Potter. Além disso, ela já é velha de casa no cinema francês. O mesmo vale para Dillane e o cinema inglês. Numa colaboração franco-inglesa, os dois atores estão na telinha em um suspense muito bem elaborado.

“O Túnel” se refere ao Eurotúnel, que faz a ligação submarina França e Inglaterra.  Um corpo é encontrado bem na linha da fronteira e cabe às duas polícias se juntarem para pegar o assassino. A situação toma uma dimensão maior e os dois detetives precisam deixar de lado suas desavenças pessoais.

A primeira temporada teve dez episódios. Não há ainda previsão de estreia para a segunda nem para exibição no Brasil.

Confira o teaser:


 

7

House of Cards – Kevin Spacey é o político corrupto mais legal de todos os tempos

Na primeira série original do Netflix a levar um Globo de Ouro, parece que Kevin Spacey fez uma de suas melhores escolhas recentes ao aceitar o papel de Frank Underwood, um congressista do partido democrata que faz as coisas do seu jeito. Junto com Robin Wright, a vencedora do prêmio, o casal principal é um presente para os fãs da tevê.

A trama segue Frank e seu plano de vingança contra o presidente, por não ter cumprido sua palavra de nomeá-lo secretário de Estado. Entre histórias secretas publicadas no jornal, chantagens e falsas amizades, ele vai eliminando seus inimigos um por um.

A segunda temporada de House of Cards estreia em fevereiro. É exibida com exclusividade pelo Netflix.

Confira o trailer:

Quem escreveu

Ana Carolina Nicolau
Uma caneca de café e um computador fazem meu mundo rodar. Criei o Take148 porque as consequências criativas da cafeína precisam ser compartilhadas. Eternamente dividida entre a televisão e o cinema. Tenho um diploma em Matemática, mas até agora ele só serviu pra me fazer parecer foda. Não que seja mentira.